LafargeHolcim Foundation Knowledge Turntable for Sustainable Construction
Media

Article

Projetos de construção sustentável premiados na América Latina

Foram atribuídos prêmios em dinheiro de 220 000 dólares aos melhores projetos no concurso Holcim Awards para projetos de construção sustentável da América Latina. Os prêmios principais foram atribuídos a projetos da Argentina, Brasil e Venezuela, num concurso que visa promover abordagens sustentáveis de ambiente construído.

O concurso foi criado pela Holcim Foundation for Sustainable Construction, sediada na Suíça, em colaboração com cinco das universidades técnicas mais importantes a nível mundial, incluindo a Universidade de São Paulo, Brasil.

No seu discurso, o Presidente da Internacional Union of Architects e arquiteto e planejador de renome, Jaime Lerner (Brasil) afirmou que a sustentabilidade significava solidariedade com as gerações futuras: “A criatividade pode substituir os recursos financeiros,” disse, citando casos em que as fontes tradicionais de problemas urbanos (incluindo transporte, lixo sólido e desemprego) tinham gerado novos recursos e soluções.

Contribuição para o desenvolvimento sustentável

A cerimônia do prêmio Holcim Awards para projetos de construção sustentável que serão construídos na América Latina teve lugar num ponto de referência histórico e arquitetônico, o Museu de Histórico Nacional do Rio de Janeiro. Cerca de 450 políticos, arquitetos, engenheiros e representantes do setor empresarial participaram do evento. No seu discurso de boas-vindas, o CEO da Holcim Ltd e Presidente do Conselho de Administração da Holcim Foundation, Markus Akermann (Suíça), realçou que o progresso e o desenvolvimento sustentável estavam estreitamente associados ao nome Holcim: “Por meio da Holcim Foundation, estamos empenhados em integrar o desenvolvimento sustentável no ambiente construído - aprendendo com a inovação, e celebrando novas soluções,” afirmou. 

O Professor da Faculdade de Engenharia Civil da Universidade de São Paulo, e Chefe do júri do Holcim Awards para a América Latina, Vanderley John (Brasil), disse que embora a construção sustentável fosse um termo muito vasto, englobando muitos aspectos, a meta comum de garantir um futuro seguro e viável era clara: “A sustentabilidade era um sonho que temos urgentemente de perseguir,” disse.

Holcim Awards Gold 2005 para um projeto de jardins suspensos na Argentina

O primeiro prêmio, no valor de 100 000 dólares, foi atribuído a um projeto conceitual, que visava melhorar a política urbana, propondo jardins suspensos na cidade de Buenos Aires, da autoria de um grupo liderado por Hugo Enrique Gilardi de Buenos Aires. Ao apresentar o prêmio, o Prof John disse que o projeto oferecia uma resposta para melhorar as condições de edificações individuais bem como problemas ambientais mais extensos à escala da metrópole e, além disso: “As vantagens para os edifícios individuais incluem maior eficiência energética e isolamento térmico otimizado; as vantagens em nível de cidade incluíam a atenuação de inundações na cidade; e também em termos de aquecimento global através da minimização do consumo de energia fóssil,” disse. O projeto apresenta uma visão responsável em nível ecológico para grandes conglomerações urbanas.

Holcim Awards Silver 2005 para uma escola de mínima-energia no Brasil

O segundo prêmio, no valor de 50 000 dólares, foi atribuído a um complexo escolar de mínima energia para 1 200 alunos no Rio de Janeiro, da autoria de um grupo liderado por Michael Laar do Rio de Janeiro. O projeto implementa uma série abrangente de características sensíveis em nível ambiental numa instalação de escola pública, incluindo ventilação natural, iluminação natural com proteção da radiação solar direta, e um jardim suspenso acessível. O Prof John disse que o projeto tomava especialmente em conta o seu contexto: “Em vez de manifestar um elemento estranho ao ambiente, é tomado um grande cuidado para integrar efetivamente a série de espaços interiores e exteriores no ambiente natural, sugerindo um conceito alargado de ecossistemas,” disse.

Holcim Awards Bronze 2005 para um projeto de melhoria urbana na Venezuela

O terceiro prêmio, no valor de 25 000 dólares, foi atribuído a um projeto de melhoria urbana para uma grande área de favelas em Caracas, atenuando tanto as condições geográficas como sociais. A equipa de projeto, liderada por Silvia Soonets de Caracas, foi elogiada pelo Prof. John por ter considerado de forma sensível as várias qualidades da vida comunitária no interior e exterior: “O projeto apresenta um plano inovador com impacto positivo na comunidade local,” afirmou. O projeto tira o máximo proveito do declive íngreme, para criar uma série de espaços sociais com a instalação de unidades habitacionais, apresentando uma contrapartida ao perigo de desabamento de terras.

Prêmios de reconhecimento

Foram também atribuídos três prêmios de reconhecimento, no valor de 10 000 dólares cada. Os prêmios de reconhecimento foram atribuídos a um projeto de reforma sustentável do Instituto Goethe em São Paulo, Brasil; um edifício de apartamentos residenciais e comerciais, com um conjunto abrangente de medidas para aumentar a sustentabilidade em São Paulo, Brasil; e um complexo de mercado e terminal de ônibus, ligados a um centro cultural, em Caracas, Venezuela. Na apresentação dos prêmios, o Presidente do Green Building Chile e membro do júri do Holcim Awards para a América Latina, Norman Goijberg (Chile) disse que os três projetos mereceram bem os prêmios de reconhecimento: “Todos os projetos demonstraram uma abordagem sensível de sustentabilidade, que englobou condições ambientais, sociais e econômicas locais,” afirmou.

Prêmios de incentivo

Foram também apresentados no Holcim Awards prêmios de incentivo, que reconhecem obras de jovens profissionais, cujos projetos são especialmente inspiradores. O Presidente da Bruno Stagno Architects e membro do júri do Holcim Awards para a América Latina, Bruno Stagno (Costa Rica), disse que o envolvimento da próxima geração em abordagens de construção sustentável é essencial: “É especialmente importante incluir os jovens na abordagem, dado que a sustentabilidade tem de ser sempre virada para o futuro,” realçou. Foram apresentados quatro prêmios de incentivo: uma biblioteca que utiliza materiais locais simples em Medellín, Colômbia; um projeto de edifício de escritórios que concebe um edifício como um organismo vivo na Argentina; um abrigo provisório modular e extensível na Colômbia; e um projeto social para a construção de unidades sanitárias em regiões secas e semi-áridas do Brasil - tendo sido atribuídos a cada um deles prêmios de incentivo de 3 750 dólares.

Júri independente de primeira qualidade

Os projetos submetidos ao concurso foram apreciados por um júri independente, que contou com arquitetos, engenheiros e professores universitários importantes. O júri de doze pessoas usou como medida os cinco critérios de construção sustentável que a Holcim Foundation for Sustainable Construction definiu, em colaboração com universidades de renome, incluindo a Universidade de São Paulo (USP, Brasil), o Swiss Federal Institute of Technology (ETH Zurique, Suíça), e o Massachusetts Institute of Technology (MIT, EUA). Os critérios vão desde qualidade estética e ambiental a padrões éticos e econômicos elevados.

Grande interesse no concurso na região da América Latina

O concurso atraiu um número mais elevado de projetos da América Latina que qualquer outra região participante no concurso, com mais de 500 projetos de 19 países, do México até o Chile. A nível mundial, foram submetidos mais de 1 500 projetos de 118 países. O espectro de projetos foi enorme. Variou de materiais e elementos de construção inovadores até conceitos sustentáveis para grandes edifícios e planos de desenvolvimento urbano.

A Holcim Foundation for Sustainable Construction está premiando este ano os vencedores regionais nas cinco regiões Europa, América do Norte, América Latina, África Oriente Médio e Ásia Pacífico. Os três melhores projetos de cada região participarão automaticamente no concurso em nível mundial, a realizar em Abril de 2006 em Bangkok.

Holcim Foundation

A Holcim Foundation foi criada em 2003 pelo grupo de materiais de construção, sediado na Suíça, Holcim. Visando promover a construção sustentável a nível regional bem como mundial, a Holcim Foundation lançou o seu primeiro concurso nos finais de 2004. O concurso Holcim Awards inclui uma série de cinco concursos regionais, e uma apreciação a nível mundial para os melhores projetos em todo o mundo. Por meio deste concurso, a Holcim Foundation reconhece projetos de construção exemplares e promove a discussão sobre construção sustentável entre arquitetos, planejadores urbanos, engenheiros, proprietários de imóveis e a comunidade. A excelência na arquitetura e uma melhor qualidade de vida são elementos fundamentais da visão de construção sustentável da Holcim Foundation.

A Holcim Foundation tem o apoio da Holcim Ltd., mas é independente dos seus interesses comerciais. A Holcim Ltd é atualmente um dos fornecedores principais a nível mundial de cimento, agregados (balastro, cascalho e areia), concreto e serviços de construção associados. O Grupo detém interesses majoritários e minoritários em mais de 70 países em todos os continentes.

Os vencedores do concurso Holcim Awards 2005 na América Latina 

Holcim Awards Gold 2005

Projeto: “Cubiertas verdes para Buenos Aires”, Argentina
Vencedor: Hugo E. Gilardi, arquiteto, Gilardi y Asociados, Buenos Aires, Argentina; Juan Cristobal Rautenstrauch, engenheiro industrial, Sociedad Bracht S.A., Argentina; Raul Halac, arquiteto, Instituto del Ambiente, University of Cordoba, Argentina

Holcim Awards Silver

Projeto: "Escola Mínima-Energia" Rio de Janeiro, Brasil
Vencedor: Michael Laar, arquiteto e engenheiro, INTELARC, Rio de Janeiro, Brasil

Holcim Awards Bronze

Projeto: "Proyecto Integral Habilitación Fisica San Rafael-Unido" Caracas, Venezuela
Vencedor: Silvia Soonets, Isabel Cecilia Pocaterra, Maria Ines Pocaterra e Victor Gastier, architects, Proyectos Arqui 5, C.A., Caracas, Venezuela

Prêmios de reconhecimento

- Renato Mauro, engenheiro civil, REM Construtora Ltda, São Paulo, Brasil pelo projeto “Edifício Semente da Construção Sustentável no Brasil", São Paulo, Brasil
- Cesar Batista Silva, Joerg Spangenberg, Martin Haussmann, arquitetos independentes, São Paulo, Brasil pelo projeto "Reforma Sustentável do Instituto Goethe", São Paulo, Brasil
- Giorgio Jorge Rigamonti, arquiteto, Rigamonti & Asociados Consultores C.A., Caracas, Venezuela pelo projeto "Plaza del Sol - Mercado Popular y Terminal de Transferencia", Caracas, Venezuela

Prêmios de incentivo

- Tom Hughes, Eugenia Mora e Diego Nahman, arquitetos, YMGH Arquitectos, Mendoza, Argentina pelo projeto "Organismo", Mendoza, Argentina
- Luciana de Resenda Alt, arquiteta e planejadora urbana, Belo Horizonte, Brasil pelo projeto "Projeto Unidades Sanitárias para o Semi-árido Brasileiro", Brasil
- Daniel Londoño, arquiteto independente, Sydney, Austrália pelo projeto "A Library - Accordance to Sustainable Guidelines", Medellín, Colômbia
- Alejandro Restrepo Montoya, Professor de Arquitetura, Universidad Pontificia Bolivariana, Medellín, Colômbia pelo projeto "From temporary shelters to permanent housing", Medellín, Colômbia

 

Last Updated: October 21, 2005
LafargeHolcim Foundation